Domingo, 17 de Outubro de 2021
19 9 8882-5790
Dólar comercial R$ 5,46 0%
Euro R$ 6,33 0%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.043%
Bitcoin R$ 353.368,09 -1.013%
Bovespa 114.647,99 pontos +1.29%
Economia Economia

Usina Santo Antônio inicia safra 2021/2022 de cana-de-açúcar

De acordo com dados da Usina Santo Antônio, na safra 2020/2021 foram moídas mais de dois milhões de toneladas de cana-de-açúcar.

25/08/2021 14h07
Por: Rafael Sobral
Divulgação
Divulgação

As quatro usinas açucareiras da Região Norte já estão prontas para dar início à safra 2021/2022. A primeira a dar partida foi a Central Açucareira Santo Antônio, localizada em São Luís do Quitunde. O começo da nova moagem foi muito comemorado na cidade na segunda-feira (23), já que a empresa, além de ser uma das mais importantes de Alagoas no setor sucroalcooleiro, emprega centenas de trabalhadores, gerando um grande volume de negócios na região.

As outras três usinas, a Camaragibe, em Matriz de Camaragibe, filial da Santo Antônio e com produção menor; a Santa Maria, em Porto Calvo e a Porto Alegre, em Colônia Leopoldina, na zona da Mata, devem começar a moagem até o fim do mês.

De acordo com dados da Usina Santo Antônio, na safra 2020/2021 foram moídas mais de dois milhões de toneladas de cana-de-açúcar. A usina, que produz álcool, energia e açúcar (VHP e Cristal), espera ter um pequeno aumento na produção, que segue até os primeiros meses de 2022.

Já no estado, as unidades industriais do setor também se preparam para o novo ciclo de moagem com o trabalho de manutenção e de montagem de novos equipamentos. Segundo o Sindaçúcar, a expectativa é de superar a marca de 17 milhões de toneladas de cana registrada na safra 20/21. O novo ciclo deve contar com as 15 unidades industriais atualmente em operação no Estado.

A primeira unidade a confirmar o início da safra foi a usina Pindorama, em Coruripe. Segundo boletim divulgado pelo Sindaçúcar-AL, foram processadas pelas 15 usinas alagoanas em operação na safra 20/21, 17.037.842 toneladas de cana. Em comparação a moagem 19/20, quando a produção final foi de 16.972.205, foi registrada uma variação positiva de 0,39% entre os dois ciclos.


Fonte: Tribuna Hoje

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.