Publicidade

Adiada apresentação do plano de trabalho da CPMI do 8 de Janeiro para a próxima terça

Marcelo Camargo/Agência Brasil Atos de vandalismo Praça dos Três Poderes A CPI Mista do 8 de Janeiro adiou para a próxima terça-feira (6) a apres...

01/06/2023 às 07h50
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Atos de vandalismo Praça dos Três Poderes - (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Atos de vandalismo Praça dos Três Poderes - (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A CPI Mista do 8 de Janeiro adiou para a próxima terça-feira (6) a apresentação do plano de trabalho pela relatora, senadora Eliziane Gama (PSD-MA). De acordo com Eliziane, a elaboração do plano levou em consideração as centenas de requerimentos já apresentados nessa fase inicial da CPMI encarregada de investigar os ataques aos poderes da República no dia 8 de janeiro.

Para a senadora, a realização de duas reuniões por semana seria "razoável" para a condução das investigações e oitivas no âmbito da CPMI. "É um colegiado muito plural, a gente está conversando com líderes dos mais variados partidos do colegiado que integram de fato essa comissão. Nosso plano de trabalho vai tentar aproximar o máximo possível do sentimento da maioria da CPMI. Faremos um plano de trabalho importante, conciso e focado no objeto principal, que é a investigação acerca dos atos do 8 de janeiro", afirmou.

Na primeira reunião, no dia 25 de maio, a CPMI escolheu o deputado federal Arthur Oliveira Maia (União-BA) como presidente.

A comissão parlamentar mista de inquérito terá 180 dias para apresentar e votar o relatório final. Em seguida, as conclusões, recomendações e eventuais indícios de irregularidades encontrados durante o processo serão encaminhados ao Ministério Público, à Polícia Federal ou a outros órgãos competentes para que sejam tomadas as medidas cabíveis com base nas conclusões e recomendações da CPMI. A CPMI é composta por 16 senadores e 16 deputados, com igual número de suplentes.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários