Publicidade

Covid 19: Veja quem pode ser vacinado no início do calendário de 2024

Estado de Alagoas seguirá o cronograma preconizado pelo Ministério da Saúde

12/01/2024 às 22h03
Por: Redação Fonte: Assessoria
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) informa que a imunização contra a Covid-19 seguirá a estratégia preconizada pelo Ministério da Saúde (MS). De acordo com o Calendário Nacional de Vacinação Infantil de 2024, a vacinação contra Covid-19 já está disponível para as crianças na faixa etária de 6 meses a menos de 5 anos.

As doses do imunizante devem ser administradas nesse público, respeitando os seguintes intervalos: da 1ª dose para a 2ª deve esperar quatro semanas e da 2ª para a 3ª dose, oito semanas. O Ministério da Saúde orienta que as crianças que tiverem tomado as três doses em 2023, não vai precisam repetir a vacina em 2024.

O calendário do Ministério da Saúde contempla, também, neste momento, o reforço do imunizante para pessoas idosas com mais de 60 anos de idade, imunocomprometidos, gestantes e puérperas, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidades, indígenas, ribeirinhos e quilombolas, pessoas vivendo em instituições de longa permanência e seus trabalhadores, pessoas com deficiência permanente, pessoas privadas de liberdade maiores de 18 anos, adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas, funcionários do sistema de privação de liberdade e pessoas em situação de rua.

A Sesau orienta que o intervalo mínimo para administração da dose de reforço será de 6 meses para gestantes e puérperas, pessoas com 60 anos ou mais e imunocomprometidos. Para os demais grupos prioritários, considerar a dose anual. Ressalta-se que os esquemas primários de vacinação contra a covid-19 não mais serão recomendados rotineiramente para as pessoas com 5 anos de idade ou mais que não fizerem parte do grupo prioritário.

Contudo, se um indivíduo que não tenha sido vacinado em 2023 com nenhuma dose ou que tenha recebido apenas uma dose da vacina contra a covid-19, deverá iniciar ou completar o esquema de vacinação, que consiste em duas doses da vacina contra a Covid-19 disponível e recomendada para a idade, com intervalo mínimo de 4 semanas entre as doses.

O secretário de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda, faz um apelo à população sobre a importância da vacina para resguardar a saúde de todos. "O governador Paulo Dantas está sempre nos recomendando atenção à imunização dos alagoanos. Não podemos vacilar, nem nos deixarmos enganar por fake news e pela desinformação. Devemos tomar todas as vacinas como forma de proteção, mas, sem entrar em pânico com relação à Covid-19. Estamos atentos e agindo preventivamente" afirmou o secretário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários